Realizar corretamente o cateterismo intermitente limpo é fundamental para reduzir o risco de contrair uma infecção urinária.

Também conhecida como ITU (Infecção do Trato Urinário, geralmente ocorre na bexiga e na uretra, mas pode atingir também outras partes do sistema urinário, como rins e ureteres.

Os principais sintomas da infecção urinária são ardência ao urinar, urina com cheiro e cores fortes, dor pélvica e presença de sangue na urina. No caso dos lesados medulares que não têm sensibilidade, eles apresentam outros tipos de sintomas, como espasmos, sudorese ou calor intenso.

Um clínico geral, urologista ou ginecologista pode diagnosticar o problema com a ajuda de um exame de urina. Dependendo do quadro infeccioso, o paciente deve ser encaminhado para realização de exames mais completos.

Quando tratada adequadamente, a infecção urinária é curada em poucos dias. A medicação a ser utilizada varia de acordo com o caso e deve sempre ser definida por um médico.

É importante que a ITU seja evitada, pois o número repetido de episódios pode levar à resistência aos antibióticos, necessidade de internação hospitalar, aumento dos custos com tratamento, podendo causar sérios danos aos rins.

 

Infecção urinária e falta de higiene

Os usuários de CI ao iniciar o procedimento de esvaziamento da bexiga, precisam redobrar a atenção com a higiene. A primeira medida a ser tomada é lavar bem as mãos.

Na sequência, é necessário higienizar a área ao redor da uretra E preparar o material a ser utilizado.

No caso do cateter hidrofílico, ele já vem pronto para uso e não haverá necessidade de toque no cateter para preparo, o que reduz e muito as chances de contaminação. Basta abrir a embalagem e inseri-lo na uretra.

Caso se utilize uma bolsa coletora acoplada ao cateter, verifique se a mesma está bem conectada e fechada na parte inferior.

Outras recomendações importantes

Vale lembrar que não é apenas a execução correta do cateterismo intermitente e a boa higiene que vão prevenir a infecção urinária.

É importante repetir o CI na frequência diária recomendada pelo médico e procurar ajuda especializada sempre que identificar alterações na urina, como coloração e cheiro diferentes.

Manter uma alimentação saudável também é importante. Sendo assim, beba bastante água, inclusive chás, consuma alimentos que evitem a retenção de líquido (ex. ameixa, beterraba e pepino) e que ajudam a desenvolver anticorpos, como aqueles ricos em lactobacilos (leites fermentados e iogurtes).

Outras dicas importantes para as mulheres: evitar o uso prolongado de absorventes íntimos, secar o canal da uretra com movimento de frente para trás e evitar roupas sintéticas ou muito apertadas.

Para saber mais sobre como realizar o cateterismo intermitente e reduzir a incidência de infecção urinária e outras complicações, acione a equipe de enfermeiros especializados do Programa Ativa,  gratuitamente através do telefone 0800-285-86-87 ou pelo e-mail [email protected].

Source: Reduza o risco de infecção urinária com boas práticas de cateterismo intermitente – Viver Com Incontinência