Pessoas que sofreram lesão medular torácica, lombar ou cervical podem participar de um projeto de pesquisa com tratamento inovador por meio de estimulação cerebral não invasiva e reabilitação da marcha com suporte de peso corporal. O estudo integra pesquisa desenvolvida pela mestranda em Fisioterapia pela UFPE Fernanda Nogueira, sob a orientação da professora Kátia Karina do Monte Silva. O recrutamento de voluntários vai até o mês de novembro.

Para participar da pesquisa, é necessário cumprir os seguintes requisitos: homens e mulheres; de 18 a 55 anos; lesão incompleta; e lesão com mais de oito meses. Os interessados devem contatar o Laboratório de Neurociência Aplicada (Lana), que fica no Departamento de Fisioterapia da UFPE, no Campus Recife, para marcar a triagem. A marcação pode ser feita pelo e-mail ou pelo telefone (81) 2126.7579 – atendimento de segunda a sexta-feira, das 8h às 12h e das 14h às 17h (falar com Fernanda Nogueira ou Hamably Lima).

Esta é a segunda fase de recrutamento, na qual foram incluídos pacientes com lesão medular cervical. Pessoas com lesão medular torácica ou lombar, contempladas desde a primeira etapa, também podem se voluntariar para a pesquisa na fase atual.

Mais informações
Laboratório de Neurociência Aplicada (Lana)
(81) 2126.7579
[email protected] com