hamilton oliveira (2)

Fala lesados do meu Brasil,

Bom, hoje, fazem 6 anos que renasci, um aniversário mais que comemorado, onde só agradeço, digo renasci, pois fiz como Jesus, me acidentei no dia 30/03, apaguei, fiz a cirurgia no dia 01/04, dia da mentira, (claro que muitos não acreditaram na notícia, rs).

Balanço desses 6 anos

eu (6)

Nos primeiros anos o apoio de todos, família e amigos foi incondicional, muito obrigado a vocês por terem me aturado, o mau humor e acidez peculiar, mas imagine você aos 22 anos, a todo vapor, ter sua vida “interrompida” dessa forma, de um dia pro outro, ficar totalmente dependente, mexer somente os olhos. Mas todo esse carinho não me deixou passar por depressão ou raiva do que aconteceu.

É assustador, fato. Ouvir que teve lesão medular na cervical/ Tetraplegia (C6/C7), junto ao fato de tudo muito novo, muitas opniões médicas, uns dizem que você volta a andar em 2 anos, outros que você nunca mais vai mexer os braços.

Sim, aconteceu, e agora? desistir? acostumar-se? jamais…

É uma fase muito difícil, muitos remédios, fraldas, dores, infecções, perdi 30 kg de musculatura, levei 5 meses para poder mexer o braço. Agradeço demais sempre aos excelentes blogs, que passei a ler dia e noite, para compreender todo o processo de recuperaçao.

Sarah e Reabilitação

HAMILTON FISIOTERAPIA
Foi no sarah que comecei a fase de aceitação, entendimento, a tomar o gosto pela fisioterapia, entender o quão ela é importante em minha vida, as “curas” e milagres foram aos poucos deixados de lado.
Acredito que temos muito a evoluir, superar a dependência e a pouca informação, o excesso de zelo das pessoas, ou a falta de “semancol” de outras, no sarah pude compreender esse novo mundo e ver situações muito piores que a minha onde as pessoas dão tudo de si todos os dias.
 
LEIA TAMBÉM:

Hoje

hamilton natal
 
Faço fisioterapia, malho, trabalho, viajo, me divirto, e aguardo as novas tecnologias, aprendi que as células-tronco ainda tem um caminho muito longo pela frente, que voltar a andar não é a prioridade, viver bem, com dignidade, trabalhando e estudando muito sempre, muitas tecnologias estão surgindo exoesqueletos, cirurgias com neuromoduladores que propiciem uma melhor qualidade de vida são mais importantes e estão favorecendo o dia a dia de muitos no país.
 
Meu objetivo, como o de todo tetra sem dúvidas é a melhora das mãos, maior autonomia e independência, fazer meu próprio cateterismo, melhorar a saúde, evitar as temidas infecções e escaras, não depender de todos pra tudo, adaptar a casa ao nosso modelo de vida.
 
Então é isso, meu conselho pra quem chegou agora, lute, trabalhe o seu melhor, mostre que é capaz, seja um leitor assíduo aqui do CASADAPTADA, e dos muitos blogs parceiros que você encontra aqui também no site, informação é tudo, intuito principal nosso é esse, passar esse conhecimento adiante.

Exemplo

Cara, para por aí, eu não sou exemplo de nada, nem quero, apenas um cara normal, com todos os defeitos do mundo, que namora (muito bem obrigado), estuda e trabalha incansavelmente, leia-se workaholic, todos os dias, sem férias, que luta por um mundo com mais inclusão e acessibilidade, como diria minha querida Mila Correa:
 
 
 
“Eu apenas faço o meu trabalho, eu não preciso de palmas, eu agradeceria só se me dessem mais acessibilidade pra eu fazer minhas coisas com cada vez mais autonomia e liberdade. Talvez assim não se espantassem tanto, porque teria cada dia mais gente com deficiência exercendo as mais variadas funções. E a vida tá aí, né pessoal, com todo mundo tendo limitações e habilidades. Cada um faz aquilo que pode, do jeito que pode, com o corpo que tem.”
 
hamilton semana santa
Um abraço e um muito obrigado a todos que fazem parte dessa história, minha família, amigos, fisioterapeutas, cuidadoras, e a vocês leitores com muito carinho, que leêm e compartilham desse processo.

QUER SABER COMO ADAPTEI MINHA CASA?

 

 

CONHEÇA A LOJINHA DO BLOG

SIGA-NOS NAS REDES SOCIAS
Facebook
Twitter
YouTube
Pinterest
Google Plus
Tumblr
Instagram
GOSTOU? COMENTE! SEU COMENTÁRIO É MUITO IMPORTANTE PRA NÓS COMPARTILHE E ESPALHE A INCLUSÃO!

NEWSLETTER-730